Com Santo Antônio do Paraíso na lista, Paraná tem 22 cidades com mais eleitores do que habitantes

Fonte: Wesley Bischoff - G1 PR

Brasileiros irão escolher prefeitos e vereadores
nas eleições municipais de 2020
(Foto: Nelson Jr./TSE)
O Paraná tem 22 cidades que possuem mais eleitores do que habitantes, segundo levantamento feito pelo G1 com base nos dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e a estimativa populacional de 2020, feita pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Todos os municípios registrados no levantamento têm menos de 7 mil habitantes. O número de eleitores registrados a mais do que moradores varia entre 37 e 1.629 pessoas.

O professor da Universidade Estadual de Maringá (UEM) e coordenador do Núcleo de Pesquisas em Participação Política da instituição, Rafael da Silva, explica que as hipóteses para a diferença vão desde a defasagem dos dados oficiais até possibilidade de fraude.

O município que aparece com a maior diferença proporcional na relação entre habitantes e eleitores é Altamira do Paraná, no noroeste do estado.

Segundo os dados do TSE, o município tem 3.311 eleitores. No entanto, pela projeção do IBGE, a cidade conta com 1.682 habitantes, ou seja, quase metade do total de registrados para voto.

A cidade com maior população que aparece no levantamento é Borrazópolis, no norte do estado, com população estimada em 6.439, de acordo com o IBGE. Apesar disso, o TSE registra 6.721 eleitores.

Santo Antônio do Paraíso tem 2.112 eleitores e uma população de 2.068 pessoas: são 44 eleitores a mais do que habitantes. 

Veja a seguir a lista completa de cidades paranaenses com essa característica.

Cidades com mais eleitores que habitantes no Paraná

CidadeEleitoresPopulaçãoEleitores a maisProporção
Altamira do Paraná3.3111.6821.629197%
Nova Cantu5.8565.061795116%
Manfrinópolis2.9902.506484119%
Corumbataí do Sul3.5623.127435114%
Esperança Nova2.0861.665421125%
Brasilândia do Sul2.9852.585400115%
Espigão Alto do Iguaçu4.3894.048341108%
Rosário do Ivaí5.0294.689340107%
Alto Paraíso2.9822.685297111%
Itaúna do Sul3.0732.781292111%
Borrazópolis6.7216.439282104%
Lindoeste4.8724.592280106%
Lidianópolis3.4913.231260108%
Ariranha do Ivaí2.2542.066188109%
Nova Tebas5.6315.448183103%
Arapuã3.1833.009174106%
São Pedro do Paraná2.4222.289133106%
Iracema do Oeste2.3722.251121105%
Santa Inês1.7011.594107107%
Salgado Filho3.5793.48396103%
Santo Antônio do Paraíso2.1122.06844102%
Mato Rico3.2433.20637101%

O que causa a diferença?

O professor da UEM Rafael da Silva diz que não existe apenas uma causa específica que explica o registro de cidades com mais eleitores do que população. Segundo ele, há um conjunto de hipóteses possíveis.

A primeira é alguma inconformidade na estimativa populacional elaborada pelo IBGE, que é atualizada anualmente. Apesar disso, o último censo, com dados mais precisos, foi feito em 2010.

"Como entre censos o IBGE não tem um dado atualizado, ele acaba fazendo projeções pelos modelos econométricos que depois serão corrigidas com um novo censo."

Além disso, segundo Silva, o Brasil vem apresentando nos últimos pleitos um crescimento não linear de municípios com menos moradores do que eleitores, o que pode estar ligado com o fato da distância do último censo realizado pelo IBGE.

Outra hipótese é a defasagem do cadastro eleitoral. Segundo o professor, mudanças no perfil do eleitorado, como migração entre cidades e morte, também podem contribuir para a diferença.

"Cidades pequenas têm uma característica muito peculiar, que muitas vezes a população sai em busca de melhores condições. Há muitos casos em que o eleitor se muda, mas não atualiza o cadastro dele", disse.

Silva também não descarta a possibilidade de fraude. Como exemplo, o professor citou o caso de uma cidade que recebeu diversos eleitores por influência de um grupo político.

"O candidato viabilizou toda a documentação para conseguir a transferência do voto e, coincidentemente, quando saíram os dados, essa cidade figurava entre as que tinham mais eleitores que moradores. É possível acontecer", explica.

No Brasil

Em todo o Brasil, o levantamento do G1 apontou que são 493 municípios com mais eleitores do que habitantes. O número é 60% maior do que o registrado em 2018.

A maior diferença proporcional foi encontrada em Severiano Melo (RN), que tem 6.482 eleitores registrados, mas 2.088 habitantes, conforme a estimativa do IBGE.

Segundo o levantamento, maior parte das cidades nessa situação é de pequeno porte: 475, ou 96% do total, têm menos de 10 mil habitantes.

A legislação prevê que o TSE faça uma revisão de eleitorado nos casos em que o número de eleitores é maior que 80% da população, ou quando o número de transferências de domicílio eleitoral for 10% maior que no ano anterior.

Além disso, o órgão também precisa fazer a mesma revisão quando o eleitorado for superior ao dobro da população entre 10 e 15 anos, somada aos maiores de 70 anos no município.
Com Santo Antônio do Paraíso na lista, Paraná tem 22 cidades com mais eleitores do que habitantes Com Santo Antônio do Paraíso na lista, Paraná tem 22 cidades com mais eleitores do que habitantes Reviewed by Folha Paraíso on setembro 26, 2020 Rating: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.